Qui, 02 Fevereiro, 2023  |

Projetos da AdDP destacados no 1º Relatório do Observatório dos ODS

2022-10-18

Esta semana, a Águas do Douro e Paiva (AdDP) viu dois dos seus projetos de inovação destacados no 1º Relatório do Observatório dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) tornando-se, assim, a empresa do Grupo AdP com a maior distinção ao nível de boas práticas no que respeita ao cumprimento das metas estabelecidas nos ODS, em concreto no ODS#6 – Água Potável e Saneamento e no ODS#12 – Produção e Consumo Sustentáveis.

Os projetos desenvolvidos pela AdDP no âmbito da gestão sustentável da água- Telegestão 100% Virtual, e da produção e consumo sustentáveis- Circularidade das lamas de clarificação da água, foram destacados entre as boas práticas de sustentabilidade de 60 Grandes Empresas portuguesas.

ODS#6 – Água Potável e Saneamento: Projeto Telegestão 100% Virtual

O Projeto Telegestão 100% virtual representa um avanço tecnológico significativo para a gestão da AdDP, consistindo num sistema de gestão de consumo de água 100% virtual, que permite à empresa desligar os seus sistemas físicos de gestão. O sistema adotado, em 2020, veio incrementar a resiliência do abastecimento de água a 1,6 milhões de pessoas e entidades, minimizando as ineficiências e as fugas de água, por meio de manutenção preventiva e de renovação das redes. Para além disso, potencia um melhor serviço aos seus clientes, promovendo um consumo eficiente da água. Este projeto integra um dos objetivos estratégicos da AdDP – “Prevenir e reduzir as perdas físicas de água”. Contribui assim para o ODS#6, através de uma maior eficiência do consumo e utilização da água.

ODS#12 – Produção e Consumo Sustentáveis: Projeto Circularidade das Lamas de Clarificação da Água

A AdDP promove a circularidade das lamas de clarificação da água, o resíduo produzido em maior quantidade no processo de tratamento da água. A solução encontrada, que surge da parceria com a Faculdade de Engenharia da Universidade Porto e com o Centro Tecnológico da Cerâmica e Vidro, consiste na transformação das lamas em matéria-prima para a indústria da cerâmica, contribuindo, assim, de forma positiva para a gestão de resíduos e a sua reutilização. O projeto, para além de integrar um dos objetivos estratégicos do grupo AdP – valorizar as lamas de ETA, contribui para o ODS#12 e associa-se, também, ao ODS#11, ao promover o aumento da urbanização sustentável. Esta iniciativa possui impacto ambiental positivo, ao reduzir a quantidade de resíduos depositados em aterro sanitário, tratando-se de um excelente exemplo prático de Economia Circular.

Este relatório, desenvolvido pela Católica Lisbon School of Business & Economics, conclui que Portugal se encontra entre os 12% dos países mais bem posicionados, estando acima da média dos países da OCDE, e refere que a implementação dos ODS faz parte de um processo desafiante, no qual a evolução do país e o posicionamento nos rankings internacionais têm sido positivos, apesar de existir ainda um largo caminho de melhoria.

O Observatório dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável nas empresas portuguesas, foi criado em 2021 pela Católica Lisbon School of Business & Economics, numa parceria com o BPI e a Fundação “la Caixa”.

Consulte o Relatório na íntegra aqui