Seg, 10 Agosto, 2020  |

Águas do Douro e Paiva celebra Dia da Empresa

2018-02-22

O dia 22 de Fevereiro ficará marcado como o dia de arranque da nova empresa Águas do Douro e Paiva.

Para celebrarmos o nosso 1.º ano de atividade selamos um compromisso com o FUTURO – projeto das 100.000 árvores na área Metropolitana do Porto, coordenado pela Universidade católica do Porto, para intervir em 5 hectares de áreas florestais sob gestão das duas empresas, com o objetivo de contribuir para a expansão e manutenção do coberto florestal nativo.

Esta intervenção, cujo plano terá a duração de 6 anos, terá uma primeira fase de avaliação das áreas envolventes às nossas infraestruturas, para identificação de espécies, eliminação de eucaliptos e outras espécies invasoras; seguindo-se a fase em que iremos realizar plantações com o envolvimento de todos os colaboradores e respetivas famílias, e finalmente a fase de monitorização e manutenção dessas áreas florestais.

Este programa de reflorestação é uma contribuição séria para a adaptação às alterações climáticas, que há muito deixaram de ser uma miragem e são uma realidade presente. Este projeto pretende ainda dar resposta ao problema da seca que todos os dias nos preocupa.

Assim, propomo-nos plantar 5.000 árvores, em 5 hectares de área florestal da empresa ardida nos 2 últimos anos. Nestes espaços vamos integrar espécies nativas como o carvalho- alvarinho, sobreiros, medronheiros, jasmineiros, azevinhos, medronheiros, entre outras. A plantação destas espécies autóctones contribui para a reciclagem de nutrientes; formação do solo evitando a sua erosão; regulação hídrica e ainda para o sequestro de carbono e filtração dos poluentes atmosféricos. A acrescer a tudo isto estamos a contribuir para a criação espaços indutores de biodiversidade.

Neste primeiro dia do projeto, e como era dia de festa, convidámos todos os funcionários a meter as mãos na terra…. Nem todos poderiam estar presentes, mas tivemos um bom número de elementos para trabalhar, 75 colaboradores, e juntos plantámos 5.780 sementes de entre Murtas (Myrtus communis), Jasmineiros do Monte (Jasminum fruticans), Ciprestes (Cupressus sempervirens) e envasámos ainda, cerca de 300 Ciprestes.

Este foi o primeiro de vários momentos que temos programados para os próximos anos e que consolidam o nosso forte compromisso com o Ambiente.

Ninguém pode ficar de fora. Todos estamos convocados na defesa do Planeta!