Seg, 25 Março, 2019  |

Laboratório

A Águas do Douro e Paiva, SA., possui, desde o início da sua atividade, um Laboratório de controlo de qualidade da água, localizado na sua maior  infraestrutura, a Estação de Tratamento de Água da empresa de Lever.

É responsabilidade do Laboratório, controlar e assegurar de acordo com os mais elevados padrões de qualidade e fiabilidade, não só a qualidade da água para consumo humano fornecida pela empresa, como também as águas naturais (subterrânea e superficial) e a água das diferentes etapas do processo das Estações de Tratamento de Água de Lever, Castelo de Paiva, Ferreira, Ferro e Pousada (Baião).

Na perspetiva de otimização de recursos entre empresas do Grupo Águas de Portugal, o Laboratório da Águas do Douro e Paiva também realiza análises laboratoriais das áreas de Biologia e Microbiologia para o Laboratório de Areias de Vilar da empresa Águas do Norte, SA.

Para além do controlo de qualidade das águas tratadas e destinadas ao consumo humano, é efetuada a monitorização da qualidade das águas naturais captadas pela AdDP, nomeadamente a definida nos Contratos de Concessão para utilização dos recursos hídricos e nas licenças de captação em conformidade com a Diretiva Quadro da Água. É ainda realizada a monitorização da água de adução (água entregue em alta aos municípios), em cumprimento das obrigações legais e cujos resultados são comunicados à ERSAR – Entidade Reguladora de Águas e Resíduos.

Além das áreas de gestão técnica e gestão da qualidade, o Laboratório está internamente organizado nas seguintes áreas técnicas:

- Planeamento, Amostragem e Ensaios de Campo;

- Equipamentos, compras e stocks;

- Ensaios Físico-químicos e organoléticos;

- Ensaios microbiológicos;

- Ensaios biológicos.

Desde 2010, o Laboratório é acreditado pelo IPAC – Instituto Português de Acreditação, segundo a Norma EN ISO/IEC 17025: 2005 que acredita os laboratórios de ensaio. O Laboratório da Águas do Douro e Paiva é assim fruto do conhecimento de excelência acumulado nos quase 20 anos da sua existência, com uma equipa de profissionais altamente qualificados, sendo as suas competências reconhecidas e acreditadas pelo IPAC no Anexo Técnico n.º L0487.

Ao longo do ano 2017, o número de análises (determinações) realizadas foi de 59.884, sendo 54.153 realizadas no Laboratório e 5.731 em Outsourcing.

Das 54.153 determinações realizadas no Laboratório, a distribuição pelas respetivas áreas foi a seguinte:

·        Físico-Química = 25014

·        Microbiologia = 22531

·        Ensaios de campo = 4295

·        Biologia = 2313

Em junho e julho de 2017 foram realizadas auditorias internas para todas as áreas de ensaio e para os requisitos de gestão, sob a responsabilidade da RELACRE – Associação de Laboratórios Acreditados de Portugal.

Em outubro de 2017, realizou-se a auditoria externa de acompanhamento da acreditação, realizada pelo IPAC – Instituto Português de Acreditação, para parâmetros físico-químicos, microbiológicos e biológicos acreditados, bem como para a colheita de amostras e requisitos de gestão, no âmbito do controlo de qualidade da água destinada para consumo humano.

Em Setembro de 2018 foram novamente realizadas auditorias internas para todas as áreas de ensaio, bem como para os requisitos de gestão, estando prevista nova auditoria externa de avaliação pelo IPAC, a realizar em Novembro de 2018.

É objetivo para 2019 a aquisição de um novo equipamento analítico – um cromatógrafo  – para análise de mais parâmetros físico-químicos de obrigação legal. Este equipamento destina-se a apetrechar o laboratório de valências atualmente recomendadas, sobretudo no que se refere aos níveis de deteção e de quantificação dos ensaios, dando resposta a novas exigências técnicas e legais.

 

Lista de Ensaios Acreditados em Matriz Flexível Intermédia