Seg, 26 Setembro, 2022  |

AdDP arranca com a inspeção visual de 185 caixas de visita

2022-05-02

A Direção de Gestão de Ativos e Engenharia da AdDP adjudicou no passado dia 5 de abril, a inspeção visual e a avaliação do estado de condição das caixas de visita e marcos de ventosa de condutas adutoras dos subsistemas de Lever-Norte e de Lever-Sul, ao longo de 52km e abrangendo 185 caixas.

As inspeções aportam mais valias ao nível da eficácia e eficiência, com impacto positivo em diferentes níveis: técnico, económico-financeiro, ambiental, entre outros.

Assim, a GAE pretende com esta prestação de serviços aferir o estado atual dos seus ativos, nas vertentes ambiental, operacional e segurança, construção civil, mecânica, instalações elétricas e instrumentação.

Os trabalhos de inspeção desenrolar-se-ão ao longo de 52km, abrangendo:

  • as 2 linhas elevatórias da ETA de Lever até ao reservatório de Seixo Alvo (9,6km);
  • a linha de adução gravítica a jusante do reservatório de Pedrouços até Matosinhos e Maia (23,8km);
  • a adução para Valongo e Paredes, a jusante do nó de Cabanas (18,9km).


A inspeção visual e a avaliação do estado de condição de 185 caixas enterradas e marcos de ventosa engloba o registo fotográfico e documental das anomalias/patologias encontradas através de uma ficha de inspeção individualizada por caixa ou marco, bem como a compilação de todos os resultados, numa base de dados.

A equipa inspetora utilizará uma ferramenta de registo do estado de condição, desenvolvida internamente pela GAE e pela empresa ESRI.

Os serviços abrangem, também, a etiquetagem, a recolha de características técnicas dos equipamentos e a validação das telas finais existentes na empresa.

Por fim, serão definidas as intervenções necessárias ao tratamento das patologias encontradas, estimando-se os respetivos custos.

O trabalho que foi adjudicado, no passado dia 5 de abril, pelo valor de 24.440,00 euros, à CTGA – Centro Tecnológico de Gestão Ambiental, Lda. terá início este mês e uma duração de 180 dias.