Seg, 26 Setembro, 2022  |

Assembleia Geral da AdDP aprova Relatório e Contas de 2017

2018-03-23

O Relatório e Contas de 2017, bem como, a proposta de aplicação de resultados foram aprovados por unanimidade, pela Assembleia Geral de Acionistas, da Águas do Douro e Paiva, S.A., no passado dia 23 de março.

Os acionistas aprovaram ainda um Voto de Louvor proposto, pela Águas de Portugal, ao Conselho de Administração e restantes Órgãos Sociais da AdDP.

Das contas consolidadas de 2017 destacam-se a diminuição do endividamento e o aumento do volume de negócios, bem como um resultado líquido positivo.

O endividamento líquido registou uma diminuição em relação ao previsto no Estudo de Viabilidade Económica Financeira (EVEF) e no Plano de Atividades e Orçamento de 2017 (PAO).

No que respeita aos indicadores económico-financeiros do exercício de 2017, há que destacar um aumento de 8,1% acima do previsto do volume de negócios (venda de água), e que atingiu os 38,8 milhões de euros. O Resultado líquido do exercício ascende a 1,4 milhões de euros, incorporando 10,5 milhões de euros de desvio de recuperação de gastos.

Realça-se ainda a diminuição dos gastos operacionais, que ficaram abaixo do orçamentado em 10,6% e dos gastos com pessoal, que também registaram uma diminuição de 9,1% em relação ao PAO apesar de incorporarem o protocolo com a SIMDOURO nos serviços de suporte.

O investimento realizado em 2017 atingiu os 1,3 milhões de euros, cerca de 46% do orçamentado. No desempenho operacional de 2017, destaca-se a execução da 2ª fase da empreitada de abastecimento a Amarante - Margem Esquerda; a execução a ligação a S. Gens, Raiva e Lomba que conclui a linha de abastecimento prevista para Castelo de Paiva até ao ponto de entrega da Lomba para Gondomar; a elaboração de projetos e procedimentos para adjudicação do novo grupo da ETA de Lever; a reparação da conduta Cabanas-Venda Nova (Gondomar) e a criação de nova reserva em Lever sul.